Universidade adota cotas para travestis e transexuais na pós

0
87

A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) aprovou por unanimidade a reserva de 5% das vagas da pós-graduação para travestis e transexuais. A medida entrará em vigor já nos próximos processos seletivos, e, no entender da instituição, permitirá que os alunos “tenham em quem se espelhar”.

A UFPel considerou a aprovação um “dia histórico”, e afirma que a decisão vai “democratizar o acesso à pós-graduação e proporcionar oportunidades de melhor qualificação acadêmica e profissional para um grupo historicamente excluído e marginalizado na sociedade”.

Outras universidades públicas do país também já criaram programas de acesso ao público LGBT, como a Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e a Universidade Federal do ABC (UFABC).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here