“Deus me disse: ‘Guarde seu filho’”, conta atriz de Hollywood que desistiu de abortar

0
1033

No mundo das celebridades o que existe por trás dos bastidores pode ser tão chocante quanto em qualquer outro contexto social. Essa é uma realidade encontrada, por exemplo, na experiência da atriz Stacey Dash, conhecida por fazer o sucesso “As Patricinhas de Beverly Hills”.

Stacey contou o seu testemunho em uma revista americana, revelando que foi abusada sexualmente aos quatro anos de idade, algo que desde então se tornou uma cicatriz em sua vida capaz de lhe causar outros traumas.

“Às vezes o meu passado é extraordinariamente pesado. É quando grito e choro até sentir que consigo respirar de novo”, disse a atriz à revista People, ao lembrar que foi molestada por um adolescente de 16 anos, membro da própria família.

Quando completou 16, Stacey conheceu a cocaína e se tornou dependente das drogas. Ela contou que foi novamente estuprada e sua vida parecia não ter mais sentido.  “Eu não conseguia encontrar a felicidade. Chegou a um ponto em que eu nem queria mais viver. A voz na minha cabeça dizia: ‘Não há nada aqui para você’”, disse a atriz.

Com 20 anos, após sair de um relacionamento abusivo e violento, Stacey conheceu um músico chamado Christopher Williams. Pouco tempo depois a atriz descobriu que estava grávida dele. Porém, durante esse período Stacey vivia sob o efeito de drogas e não queria ter o filho.

“Quando engravidei, estava usando muita droga e não queria viver. Eu queria morrer. Eu ia fazer um aborto. Eu estava chorando e disse a Deus: ‘Por favor, me diga o que fazer’”, lembra a atriz, que para sua surpresa foi respondida pelo Senhor. Ela contou que estava em uma clínica de aborto no momento, já com uma identificação de paciente em seu braço.

“Deus me disse: ‘Mantenha seu filho’. Rasguei o [número] 4 do meu braço e disse: ‘Estou mantendo meu filho’”, conta a atriz.

Atualmente Stacey tem dois filhos e acredita que a transparência acerca de tudo o que aconteceu em sua vida é importante para o conhecimento deles. “A melhor maneira de proteger meus filhos é ser honesta com eles”, disse ela.

“Eu deixei eles saberem que eu sobrevivi. Eu não sou uma vítima. E não há nada que eles não possam superar”, conclui a atriz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here