Homem invade igreja evangélica durante culto e agride fiel com uma pedrada

0
41

Uma igreja localizada na Avenida Alexandre Guimarães, bairro Jardim Santana, zona Leste de Porto Velho (RO), passou por um momento de pânico no culto do último domingo (06), após um homem não identificado invadir o local e agredir com uma pedrada um dos fiéis.

Segundo informações da própria vítima concedidas à Polícia Militar, o agressor havia entrado no templo, tomado água e permanecido no local, mas em pé. O fiel de 51 anos se aproximou e lhe orientou que se sentasse para poder acompanhar o culto a Deus.

Entretanto, o homem saiu do templo e retornou depois com uma pedra na mão, a qual usou para atingir a cabeça do fiel, fugindo em seguida. Ainda segundo testemunhas locais, o agressor é um morador do bairro.

A Polícia Militar também foi informada que o agressor é monitorado por tornozeleira eletrônica, ou seja, de que ele provavelmente cumpre pena em regime de progressão, mas ainda assim não foi possível estabelecer a sua localização, segundo o Diário da Amazônia.

Invasões à igrejas

O número de casos de violência envolvendo igrejas cristãs chama atenção no Brasil. Em novembro passado, por exemplo, na cidade de Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo (SP), um homem invadiu uma igreja evangélica durante o culto e abriu fogo contra um pastor.

Na delegacia, o atirador negou que tivesse intenção de matar o pastor, e que havia ido ao local para praticar um assalto, mas o relato não convenceu o delegado responsável pela investigação do caso.

“A situação foge das características de um roubo que o indivíduo anuncia o assalto e vai atrás de uma vítima. No crime, o autor chegou atirando na vítima e a todo momento procurava por ela para efetuar o disparo”, disse o capitão da PM Alex Amaral.

“Agora a Polícia Civil vai colher todas as informações, vai ouvir testemunhas e puxar a vida pregressa de ambos”, completou.

Já em maio desse ano, quatro pessoas foram assassinadas na cidade de Paracatu, em Minas Gerais. Um homem identificado como Rudson Aragão Guimarães, 39 anos, foi à Igreja Batista Shalon, no bairro Bela Vista, e atirou friamente em vários fiéis.

“Temos a informação de que ainda havia 20 pessoas no local e ele estava com mais 6 munições intactas, se a PM não tivesse chegado a tempo, a situação seria muito pior”, afirmou na época o porta-voz da PM, major Flávio Santiago.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here