Jovem cristã que deixou o islamismo é espancada por familiares: “Você é uma vergonha”

0
26

A realidade de muitas pessoas que abandonam o islamismo é traumatizante, especialmente em países do Oriente Médio, e o motivo disso está na intolerância religiosa, que sem dúvida pode ser interpretada como ignorância acerca dos fundamentos que deveriam nortear a atitude e pensamento de quem diz seguir a Deus.

Um caso recente ocorrido no Quirguistão exemplifica muito bem isso. Se trata de uma jovem identificada como Amira, cujo nome verdadeiro foi omitido por razões de segurança, segundo informações da organização internacional Portas Abertas, que auxilia cristãos perseguidos em vários países do mundo.

Amira saiu da sua comunidade no interior do país para trabalhar em uma cidade grande, e lá teve a oportunidade de conhecer o cristianismo. Ela entendeu que Jesus Cristo é a encarnação de Deus, o Messias prometido pelos antigos profetas, e se converteu à fé cristã, abandonando o islamismo.

O islamismo, no entanto, faz parte da cultura familiar de Amira e em razão disso ela foi não apenas duramente repreendida por ter se convertido a Cristo, como espancada pelos próprios familiares, que armaram uma cilada para ela.

“Você é uma vergonha e uma desgraça para nossa família”, disseram os seus parentes, após ela ter sido convidada para visitá-los na comunidade natal. Ao chegar no local, a jovem foi recebida com chutes e socos e em seguida Amira foi mantida presa em sua casa e forçada à retornar ao islamismo.

Durante o período em que Amira ficou detida na própria casa, seus parentes arrumaram um casamento muçulmano para ela, tudo em prol de que ela voltasse à confessar o islamismo como sua religião, apesar do evidente e contraditório contexto de opressão e violência.

Felizmente, a jovem cristã conseguiu fugir e retornar para a cidade grande, onde foi acolhida por seus irmãos em Cristo, com a ajuda da Portas Abertas, e lá permanece em observação, longe do islamismo forçado. A entidade de auxílio aos perseguidos pede orações pelos cristãos do Quirguistão.

“Interceda pela segurança desta jovem cristã e para que Deus a livre de ser forçada a se casar com um muçulmano. Peça pelo consolo, força, sabedoria e paz do Senhor em sua vida para conseguir encarar esse momento. Ore também pelos pais e parentes de Amira, para que Deus amoleça seus corações e eles também creiam em Jesus”, diz a entidade. Com informações: Guiame.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here