Cristãos atacados no Sri Lanka fazem culto e passam uma hora cantando para Jesus

0
106

Pouco mais de duas semanas após a série de atentados terroristas islâmicos no Sri Lanka, responsável pela morte de mais de 250 pessoas, sendo a maioria cristã, os fiéis a Jesus Cristo se reuniram novamente no último domingo (05) para mostrar que nada poderá abalar a fé no Filho de Deus.

Os membros da Igreja Evangélica de Sião, onde morreram 29 irmãos em Cristo no atentado em 21 de abril, durante o domingo de Páscoa, se reencontraram em um pequeno salão comunitário na cidade de Batticaloa.

Muitos chegaram ainda se recuperando dos ferimentos, com muletas e curativos. O propósito deles foi clamar a Deus por misericórdia, proteção e também demonstrar que episódios de perseguição religiosa apenas fortalecem a fé em Cristo, como a história do cristianismo vem provando desde o primeiro século da sua existência.

“Venha em nossa proteção neste mundo onde estamos sendo atingidos pelas ondas”, cantaram os fiéis, liderados pelo pastor Roshan Mahesan, segundo informações da agência Reuters.  Eles ficaram louvando a Cristo por uma hora seguida.

“Nos salve dos demônios que estão tentando destruir nossa nação”, cantaram, até o pastor assumir a palavra. “Por que o Senhor nos leva através desse fogo?”, questionou o pastor, aludindo às provações e aflições que todos os cristãos enfrentam na vida, conforme advertência do próprio Jesus em João 16:33.

O templo da Igreja de Sião foi parcialmente destruído com as explosões, por isso os fiéis se reuniram em outro espaço. Na Igreja de São Sebastião em Negambo, onde pelo menos 102 pessoas morreram, não houve missa, enquanto uma reunião de portas fechadas aconteceu na Igreja de Santo Antônio, em Colombo.

Alguns fiéis foram encorajados pela fé dos cristãos e até quem não frequentava a igreja esteve presente no culto em Sião. “Eu continuarei vindo”, disse Karunakaran, mãe de uma jovem que ainda está internada devido aos ferimentos. “Na verdade, meu marido está aqui pela primeira vez. Ele veio por nossa filha”.

Os cristãos perseguidos no Sri Lanka se tornaram exemplos de fé para o mundo. Eles concretizaram em suas vidas a passagem de Romanos 8:35-37, como está escrito:

“Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia: fomos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here