Ladrão assalta pastor com uma faca durante culto e diz: “Deus vai me perdoar”

0
68

A ousadia de criminosos está cada vez maior. Nem mesmo ambientes religiosos, geralmente respeitados como locais sagrados, ou mesmo o temor a Deus em decorrência dos pecados praticados, são empecilhos para inibir a prática de assaltos, como o que ocorreu recentemente em Juiz de Fora, Minas Gerais.

O assalto ocorreu em uma igreja evangélica localizada na Rua Jorge Knopp, no Bairro Marumbi, na última quinta-feira (14). Na ocasião, estava sendo realizado um culto, quando um ladrão se aproximou do pastor que assistia a cerimônia, encostou uma faca em sua barriga e disse: “Deus vai me perdoar”.

O criminoso tomou o celular do pastor, de 35 anos, e depois fugiu em direção à Rua Marumbi. Entretanto, com o auxílio das testemunhas e locais o assaltante foi identificado e preso algumas horas depois.

Tem ladrão embaixo da cama

Segundo informações da Polícia Militar, ao chegar na casa do suspeito, ele foi encontrado escondido embaixo da cama, com o celular roubado e a faca que utilizou para cometer o crime, segundo o G1.

Chamou atenção a longa ficha criminal do homem, que não teve o nome revelado, mas apenas sua idade de 33 anos. Ele já possuía 17 passagens policiais, sendo 14 por crimes contra patrimônio.

Após ser preso pelos policiais e levado para a delegacia, o acusado foi reconhecido pela vítima e testemunhas e depois encaminhado para o sistema prisional, onde deverá responder pelo crime.

Caso inusitado

Em outro caso recente, mas dessa vez ocorrido em São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal, Rio Grande do Norte, dois assaltantes também invadiram o templo de uma igreja durante a realização de um culto para cometer assaltos.

Após tomar todos os pertences do pastor, no entanto, um dos assaltantes fez um pedido inusitado. “Em um momento, um deles disse que queria me fazer um pedido: ‘Ore por mim”, disse o pastor.

“Eu coloquei a mão sobre a cabeça dele e comecei a orar. Então eu disse: ‘Você já tem minha carteira, meu celular, então deixe o culto acontecer’. Na mesma hora, ele escondeu a arma e devolveu os pertences”, relatou o pastor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here