Pastor alerta sobre a banalização do casamento: “A Bíblia diz que Deus odeia o divórcio”

0
63

O pastor, escritor e palestrante Hernandes Dias Lopes, tocou em um ponto sensível para a vida de muitas pessoas em nossos dias, que é a motivação para a união conjugal e o possível divórcio, explicando que o casamento tem sido desvalorizado e a separação se tornando uma prática comum, onde os filhos são os mais prejudicados.

“Os véus das noivas estão cada vez mais longos e os casamentos cada vez mais curtos. Em alguns países já há mais divórcios do que casamentos”, escreveu o pastor em sua rede social.

Lopes apontou que a união precipitada e sem a real compreensão sobre a importância do casamento, não apenas social, mas espiritualmente, conforme ensina a Bíblia, pode ser uma das causas para o aumento no número de divórcios, uma realidade cada vez mais presente até entre os cristãos.

“Casa-se sem reflexão e divorcia-se por qualquer razão. Muitos casamentos caminham feridos e encerram-se traumatizados por um doloroso divórcio”, disse o pastor, destacando que como resultado dessas uniões, os filhos são os mais prejudicados.

“Mais feridos que os cônjuges, porém, ficam os filhos. Pois os cônjuges podem até se apartar um do outro e contrair novas núpcias, mas não há divórcio entre pais e filhos”, explica o pastor. “Os filhos são as maiores vítimas do divórcio”.

Por fim, Hernandes lembra que o divórcio não é algo planejado por Deus. Muito pelo contrário. A Bíblia ensina que o homem e a mulher, uma vez unidos em corpo e alma, se tornam uma só pessoa, e que essa união deve permanecer para o resto da vida.

“A Bíblia diz que Deus odeia o divórcio”, escreveu o pastor, citando a passagem de Malaquias 2.14, onde o Senhor adverte sobre a infidelidade no casamento.

“O Senhor foi testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal, sendo ela a tua companheira, e a mulher da tua aliança”, diz uma parte do texto, concluindo no verso 15: “Portanto guardai-vos em vosso espírito, e ninguém seja infiel para com a mulher da sua mocidade”.

Fonte: Gospelmais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here