Fiel que doou R$ 50 mil à Universal tem pedido de ressarcimento negado pela Justiça

0
146

Uma fiel que processou a Igreja Universal do Reino de Deus pedindo ressarcimento após se arrepender de efetuar uma doação de R$ 50 mil teve seu pedido negado pela Justiça.

As alegações da ex-frequentadora da Universal é que os pastores garantiram a ela que as bençãos que ela desejava seriam alcançadas se ela fizesse a vultosa doação.

“A 15ª Câmara Cível do Rio negou indenização pedida por uma ex-fiel da Igreja Universal. A moça, então desempregada e após terminar um relacionamento de 15 anos, doou R$ 50 mil com a promessa de dois pastores de que alcançaria as bênçãos desejadas. Para convencê-la, relatou a mulher, os pastores diziam que ela estava, cruzes!, ‘endemoniada’”, informou o jornalista Ancelmo Góis, colunista do jornal O Globo.

Derrota

A vitória atual da Igreja Universal, no entanto, é precedida por casos com desfecho oposto na Justiça. Por exemplo, em março deste ano, uma fiel denominação conseguiu reaver o valor da doação que fez quando ficou desempregada e doou todo o valor de sua rescisão.

A Justiça decidiu que a igreja deveria, ainda, pagar R$ 3 mil em indenização por danos morais. A fiel, que preferiu permanecer anônima, tem 34 anos e ficou desempregada em dezembro de 2016, quando foi convencida por um pastor da Universal a doar os R$ 13.790,00 que havia recebido como rescisão trabalhista.

Arrependida, ela procurou a Justiça, e no dia 15 de fevereiro o 4º Juizado Especial Cível de Vitória, no Espírito Santo, decidiu a seu favor. Segundo informações do portal G1, a Igreja Universal diz estar confiante que a decisão “será revista, porque o juiz que julgou o processo não permitiu que a Igreja Universal do Reino de Deus apresentasse sua defesa, o que é completamente ilegal”.

No entanto, a desempregada diz que foi coagida a “sacrificar” tudo que havia recebido em sua rescisão: “Perdi o emprego e fui atrás do pastor, pedir ajuda, mas eles falaram que não poderiam me ajudar. Então, eles disseram que Deus queria um sacrifício total, e eu doei toda minha rescisão contratual, que dava mais de R$ 13 mil”, contou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here