“Deus me colocou entre os prisioneiros”, diz pastor que foi preso por falar de Jesus

0
124

Quando entendemos que a nossa vida está completamente nas mãos de Deus, não existe lugar perfeito, dia ou hora para testemunhar o amor de Cristo, mesmo estando em um dos piores lugares do mundo, como em uma prisão iraniana. Esse é o entendimento do pastor Mojtaba Hosseini.

Hosseini contou um pouco da sua história a organização Portas Abertas, que monitora os índices de perseguição religiosa no mundo e presta auxílio aos cristãos perseguidos. Ele foi preso em 2015 na República Islâmica do Irã, quando liderava uma igreja que se reunia em casas.

Apesar dos riscos envolvidos na prática, Hosseini disse que algo maior lhe encorajava, mesmo após já ter sido detido. “Por que eu não parei meu trabalho com a igreja depois que fui preso pela primeira vez? Eu realmente não sei. Não houve explicação lógica, mas sentimos que o Senhor queria que continuássemos”, disse ele, atualmente vivendo em liberdade em outro país.

Quando chegou na prisão, o começo foi difícil, pois Hosseini não entendia como Deus havia permitido a sua prisão. Além dos riscos de agressão, ele sofria com a angústia de não aceitar o que estava acontecendo em sua vida.

“Eu orava, era tudo que eu podia fazer. No início, eram orações de arrependimento. Eu achei que Deus estava me punindo pelos meus erros”, disse ele, lembrando que o seu maior problema, na verdade, era o egoísmo.

“Então o Senhor falou comigo: ‘Pare de ser egoísta. Não é sobre você, é sobre mim. Olhe a sua volta’”, conta o pastor, destacando que a partir de então ficou claro o motivo pelo qual foi parar na prisão: evangelizar os prisioneiros!

“Deus falou de novo comigo: ‘Está na hora de você compartilhar com eles a meu respeito. Eles precisam de mim’”, lembra o pastor.

Deus moveu o coração de um muçulmano

Se os planos são de Deus, nada pode impedir. Para cumprir a missão de evangelizar, Hosseini precisava de uma Bíblia, mas como conseguir uma na prisão, tendo sido preso justamente por falar de Jesus?

Havia um líder muçulmano que fazia visitas regulares ao presídio, e para surpresa do pastor, o Imã resolveu conseguir uma Bíblia secretamente. “Ele ficou impressionado com nosso compromisso com Deus. Acho que foi Deus quem encheu seu coração de bondade para nós”, disse o pastor.

Para facilitar, o Imã conseguiu levar versos da Bíblia em inglês, separadamente. Um dos presos traduzia os versículos e aos poucos todos que o pastor alcançava ia aprendendo sobre o Evangelho. “Até recebemos pedidos de outras alas”, disse o pastor.

“As pessoas estavam pedindo mais. E a melhor coisa foi que os presidiários estavam entregando suas vidas ao Jesus da Bíblia”, destaca.

Por fim, Hosseini deixa uma importante lição para todos nós. Ele explica que embora não possamos compreender os propósitos de Deus em dado momento, devemos confiar e nos entregar à sua vontade.

“Eu nunca orei para que Deus me libertasse da prisão. Eu posso servir a Deus em qualquer lugar, dentro ou fora da prisão. Não importa em que situação eu esteja. Eu posso trabalhar no Reino de Deus onde Ele me colocar. E naquele tempo Deus me colocou entre os prisioneiros”, conclui o pastor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here