“Pensei que tinha pelo menos 15”, diz padre flagrado com menina de apenas 11 anos

0
63

Um padre italiano flagrado em um carro com uma menina de apenas onze anos de idade está no centro da mais nova polêmica envolvendo a Igreja Católica.

Paolo Glaentzer, 70 anos, foi preso após ser flagrado com uma menina de onze anos dentro de seu carro, no estacionamento de um mercado da cidade de Calenzano, na província de Florença, região da Toscana.

“O diabo me fez tropeçar“, afirmou o padre após ser preso, numa entrevista concedida ao jornal Corriere Fiorentino. “Havia uma simpatia mútua com a menina. Quando eu descobri que ela tinha 11 anos de idade… Eu pensei que ela tinha pelo menos 15″, acrescentou o padre, tentando se explicar.

“Foi uma estupidez da minha parte. Sinto muito sobre o que aconteceu”, afirmou o padre, que está sendo mantido em prisão domiciliar. “Eu cometi um erro, eu admito. Nosso Senhor vai considerar, Ele é capaz de fazê-lo”, declarou Glaentzer que disse ter vivido “muitas situações que pareciam não ter escapatória“, e por isso considera que “talvez este seja uma das piores”.

Mesmo assim, o padre afirmou que tem “total confiança em Jesus e Maria” para que as consequências de seus atos sejam minimizadas.

O caso do sacerdote septuagenário envolvido com uma criança é apenas mais um que veio à tona recentemente envolvendo o clero católico. Escândalos no seio da Igreja nos Estados Unidos e Europa ocuparam as manchetes de veículos de imprensa e chocaram a comunidade religiosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here