Propondo plebiscito para aborto, Marina lidera entre evangélicos neopentecostais

0
16

Uma pesquisa das intenções de voto em um cenário sem o ex-presidente Lula (PT) – preso por corrupção e lavagem de dinheiro – a candidata Marina Silva (Rede) lidera as intenções de voto entre os evangélicos neopentecostais.

O levantamento do Datafolha ouviu 8.433 pessoas em 313 municípios, entre os dias 20 e 21 de agosto. De acordo com a metodologia do instituto, a pesquisa feita em parceria do jornal Folha de S. Paulo e da TV Globo tem uma margem de erro de dois pontos percentuais, para cima ou para baixo.

Marina Silva possui 23% das intenções de voto dos evangélicos neopentecostais, contra 18% de Jair Bolsonaro (PSL). Entre evangélicos tradicionais, de denominações como Batista e Presbiteriana, por exemplo, o cenário se inverte, com Bolsonaro somando 29% e Marina, 18% das intenções de voto. Chama a atenção o fato de a pesquisa não apontar um recorte do cenário entre os pentecostais.

Em “outras denominações” (não especificadas pelo Datafolha), Bolsonaro soma 35%, contra 20% de Marina. “Marina Silva (REDE) tem 11% da preferência dos eleitores evangélicos totais; Cabo Daciolo (PATRI), que chama a atenção professando a fé em debates, chega a 1% entre o eleitorado evangélico total”, informou a jornalista Débora Sögur Hous, na Folha.

Um dos principais pontos de repercussão da campanha de Marina Silva é sua decisão de propor um plebiscito sobre a legalização do aborto e das drogas. Seu vice, Eduardo Jorge (PV), é um antigo defensor dessas pautas.

Lula na disputa?

Embora o cenário com o ex-presidente Lula como candidato seja contrário à legislação vigente, os institutos de pesquisa continuam inserindo seu nome na disputa por conta da demora do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em julgar se o registro da candidatura do petista é válido ou não, com base na Lei da Ficha Limpa, que prevê inelegibilidade para condenados em segunda instância.

Com base na pesquisa do Datafolha, o petista tem a preferência do voto de 43% dos católicos e 30% dos evangélicos em geral. No recorte apenas entre as diferentes tendências do meio evangélico, Lula alcança 37% das intenções de voto entre os neopentecostais.

O líder das pesquisas nos cenários sem Lula, Jair Bolsonaro, fica à frente do ex-presidente entre as “denominações alternativas”, segundo a Folha de S. Paulo, somando 32% das intenções de votos, ante 21% do petista.

O candidato a vice na chapa de Lula, Fernando Haddad (PT), é o escolhido para substituir o ex-presidente na disputa caso o TSE indefira sua candidatura. O único nicho religioso em que o ex-ministro da Educação (conhecido como o responsável pela criação do chamado “kit gay”) lidera é entre o eleitorado adepto das religiões afro-brasileiras, com 15% das intenções de voto.

Ateus

Bolsonaro é o candidato preferido dos ateus em pesquisa espontânea, quando o eleitor entrevistado informa sua intenção de voto: o candidato conservador tem 22% nesse meio. Os ateus também indicaram ter maior preferência por Bolsonaro no cenário sem Lula, quando 26% dos eleitores que não tem religião apontaram sua preferência no capitão do Exército.

O cenário da pesquisa espontânea mostrou ainda que Lula (PT) é o mais mencionado por católicos (22%) e evangélicos neopentecostais (19%); Bolsonaro lidera entre evangélicos tradicionais e evangélicos de “outras denominações” (23%).

Suspeita

O pastor Silas Malafaia analisou a pesquisa divulgada pelo Datafolha e levantou suspeita sobre os dados apresentados, já que são conflitantes com as informações de um levantamento feito pelo instituto concorrente, o Ibope.

“É BRINCADEIRA! O Ibope diz que entre os evangélicos Bolsonaro tem 26% e Marina 12%. O jornal Folha de SP diz que, segundo Datafolha, Marina tem a preferência dos neopentecostais e Bolsonaro dos ateus. […] PIADA da Folha“, criticou o pastor no Twitter.

O pastor também criticou a manutenção de Lula nas pesquisas eleitorais: “ABSURDO! Os institutos de pesquisa continuam a colocar criminoso condenado na cadeia, em pesquisa eleitoral. Todo mundo sabe que Lula está impedido pela lei da ficha limpa. Os jornais e revistas colocam em destaque, a pesquisa com Lula. Q PAÍS É ESSE! Q IMPRENSA É ESSA!”

“A JOGADA! Sabe porque eles mantêm Lula na pesquisa? Medo de Bolsonaro avançar. Mantém Lula para o povo não esquecer, quando ele for impedido, apresentar nas pesquisas seu candidato. CAMBADA DE ESQUERDOPATAS CÍNICOS! A imprensa fazendo o jogo de um criminoso. ABSURDO! VERGONHA”, acrescentou o pastor.

O desabafo de Malafaia sobre a postura suspeita da imprensa o fez expressar preocupação: “Quando a mídia prefere um corrupto que está preso e joga de maneira vergonhosa contra um capitão de vida limpa, que nunca se meteu em corrupção, o que podemos esperar desse país? DEUS TENHA MISERICÓRDIA DO BRASIL!”, finalizou.

Silas Malafaia

@PastorMalafaia

É BRINCADEIRA ! O IBOPE diz que entre os evangélicos Bolsonaro tem 26% e Marina 12%. O jornal folha de SP diz q, segundo DataFolha, Marina tem a preferência dos neopentecostais e Bolsonaro dos ateus. Leia agora o on line da folha, veja o quadro do DATAFOLHA q esta lá.PIADA DA FLH

Silas Malafaia

@PastorMalafaia

ABSURDO! Os institutos de pesquisa continuam a colocar criminoso condenado na cadeia, em pesquisa eleitoral. Todo mundo sabe q Lula está impedido pela lei do ficha limpa. Os jornais e revistas colocam em destaque, a pesquisa com Lula. Q PAÍS É ESSE! Q IMPRENSA É ESSA!

Silas Malafaia

@PastorMalafaia

A JOGADA! Sabe porque eles mantêm Lula na pesquisa? Medo de Bolsonaro avançar. Mantém Lula para o povo ñ esquecer, quando ele for impedido, apresentar nas pesquisas seu candidato. CAMBADA DE ESQUERDOPATAS CÍNICOS! A imprensa fazendo o jogo de um criminoso.ABSURDO! VERGONHA!

Silas Malafaia

@PastorMalafaia

Quando a mídia prefere um corrupto que está preso e joga de maneira vergonhosa contra um capitão de vida limpa, que nunca se meteu em corrupção, o q podemos esperar desse país? DEUS TENHA MISERICÓRDIA DO BRASIL!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here