Igreja é expulsa de prédio alugado após pedir que gays se arrependam

remnant-fellowship-church

Nos Estados Unidos é comum as igrejas terem um sinal com anúncios e informações sobre os cultos. Muitas vezes, são usados para divulgar o tema de algum sermão ou um texto bíblico.

Porém, a Igreja Remnant Fellowship, em Auburn, Indiana, decidiu colocar um aviso: “LGBT é um crime de ódio contra Deus. Arrependam-se”. A imagem acabou viralizando no Facebook e gerou debate entre os moradores da cidade no final de junho. Mas ativistas LGBT começaram a fazer denúncias sobre “discurso de ódio”. O assunto acabou sendo abordado pela televisão local, dando maior repercussão ao caso.

O dono do prédio que alugava o espaço para a congregação decidiu então encerrar unilateralmente o contrato e expulsou a igreja. Um membro da Remnant – que significa ‘remanescente’ – explica que eles foram surpreendidos com a decisão.

A Remnant começou a se reunir naquele espaço em abril, divulgando que sua missão era “se diferenciar, nesses últimos dias, da igreja apóstata e defender a verdade bíblica, a fidelidade a Deus e à Sua Palavra”.

Após perderem o templo, decidiram procurar outro local, mas a grande repercussão dos fatos recentes os está prejudicando. Em seu perfil oficial no Facebook, a igreja publicou a seguinte mensagem:

“Colocamos a mensagem em frente à igreja para alcançar essa geração má e imunda. Oramos para que Deus conceda arrependimento e vida antes do grande Julgamento prestes a ser derramado sobre esta nação. Jesus pode salvar o mais vil dos pecadores, muitos de nós foram salvos de vidas perversas. Nada é difícil para Deus”.

A publicação cita ainda 1 Coríntios 6: 9-10, lembrando que “Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus”.

Segundo o Christian Post, novas denúncias sobre “discurso de ódio” resultaram na página da igreja sendo apagada pelo Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *