Homem caminha 241 km oferecendo orações e conversas: “Deus me sustentou todos os dias”

0
35

Tony Thornton, membro da Primeira Igreja Metodista Unida em Bossier City, nos Estados Unidos, decidiu colocar em prática uma estratégia inusitada em nossos dias para anunciar o evangelho de Jesus Cristo aos desconhecidos. Ele caminhou 241 quilômetros durante uma semana, oferecendo orações e conversas para quem encontrava pelo caminho.

A ideia de Tony surgiu durante um culto: “Eu estava sentado na igreja em um domingo e pensei, ‘você não tem que andar 1.000 quilômetros ou 5.000 quilômetros de distância, há uma missão aqui. Eu decidi caminhar 34 quilômetros por dia durante sete dias, apenas orando pelas pessoas e pelos bairros”, disse ele, segundo o Christian Post.

Para Tony, essa foi a maneira que encontrou para superar a sua dificuldade de falar com pessoas. O desafio lhe motivou a sair da “zona de conforto”, algo que após retornar para sua casa lhe fez enxergar a jornada como uma experiência de crescimento.

“Eu geralmente não sou de falar com alguém”, disse ele. “Quando você sai da sua zona de conforto, isso é quando o crescimento acontece”.

De fato, a missão de Tony serviu como testemunho para outras vidas. Ele contou em sua página no Facebook alguns dos encontros que teve com pessoas que oraram junto com ele: “Joel Kees saiu do Weds de manhã e orou pela minha jornada antes de ir trabalhar. Joel você é incrível e eu amo as conversas que tivemos”, disse ele.

De volta da caminhada, Tony disse ter aprendido que o ser humano precisa de mais atenção e conversa. “Eu acho que muitas pessoas podem nunca ser reconhecidas como uma pessoa, então o poder de uma conversa mostra que você se importa”, disse, destacando que “a grande tragédia do mundo não é a oração não respondida, é a oração não oferecida”.

“Você só vê o quão poderoso e ferido está o mundo e algo tão simples como falar com alguém é tudo o que você precisa fazer. É tão simples e nós complicamos isso”, acrescenta.

Por fim, Tony também destacou a importância da sua família, esposa e filhos, por terem compreendido a sua missão e terem lhe acolhido no final da jornada. A fé em Deus, contudo, foi o seu maior sustento: “Cara que jornada. Deus me sustentou todos os dias para chegar a este dia”, disse ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here