Eli Soares grava música ‘Sara Brasil’ ao lado dos católicos Adriana Arydes, Thiago e padre Fábio de Melo

0
24

O momento de instabilidade da sociedade brasileira motivou a cantora católica Adriana Arydes a reunir representantes de duas tradições cristãs na gravação de uma música chamada Sara Brasil.

O cantor Eli Soares, evangélico, foi convidado para interpretar a música ao lado de Adriana, padre Fábio de Melo e o pagodeiro Thiaguinho. A letra tem trechos que exaltam promessas bíblicas: “Tu és o Senhor da nossa Nação, se o povo clamar, tudo vai mudar”.

Sara Brasil é a segunda música divulgada do álbum “Sagrado”, que tem distribuição da gravadora Universal Music. No refrão, a letra clama pela presença divina: “Vem e toma o Teu Lugar, estabelece aqui o seu trono, oh Deus, que essa terra seja o seu altar”.

“Vivemos em um tempo que a mensagem do Evangelho precisa ser proclamada. Que bom que alguém conseguiu juntar essa turma para fazer algo desse tipo, porque é necessário um mover profético sobre o país, dizendo que o Brasil é de Jesus e só Ele pode sarar de toda a corrupção, de toda a maldade, de toda essa coisa ruim que estamos vivendo”, declarou o evangélico Eli Soares, de acordo com informações da assessoria de imprensa da gravadora.

A composição é assinada por Fabio Martim, Samuel Silva e Eliezer Rodrigues. A iniciativa da artista católica marca um passo além no diálogo inter-religioso que vem sendo mantido entre representantes do catolicismo e do protestantismo no Brasil, intensificado nos últimos anos com incentivo do papa Francisco.

“O que nos une é muito mais do que nos separa. Adriana é minha irmã e eu estou nessa por amor ao reino de Deus, por amor ao Brasil e por acreditar que só Jesus pode sarar essa nação. Acredito que pessoas serão alcançadas e creio que nós que participamos desse projeto estamos sendo um canal de Deus para esse tempo, para essa geração, para esse país. Eu creio que a nossa fé unida vai mover o coração de Deus a respeito do Brasil. Por isso, as expectativas são as melhores possíveis, independente das críticas que possam vir”, concluiu Soares.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here