Cineasta anuncia ‘filme erótico gospel’ com críticas ao modelo da família tradicional

0
20

O cineasta Gabriel Mascaro, diretor do longa-metragem nacional Boi Neon, está trabalhando na pós-produção de Divino Amor, que vem sendo descrito como um ” filme erótico gospel”.

A produtora de Gabriel Mascaro, Desvia, descreve o filme dessa forma por envolver um cenário fictício em que o Brasil é majoritariamente evangélico. A produção tem financiamento nacional e de países como México, Dinamarca e Noruega, e as filmagens já foram concluídas.

Segundo informações do jornal O Globo, o roteiro mostra “um Brasil que tem a igreja evangélica integrada em todos os aspectos do cotidiano”, e conta a história de uma mulher que trabalha em um cartório e precisa lidar com casamentos em crise.

“Joana usa sua posição no trabalho para salvar casais que chegam para se divorciar. Ela faz de tudo para seduzir os clientes a participarem de uma terapia religiosa de reconciliação no grupo Divino Amor. Tudo é em nome de um projeto maior para a manutenção da família sagrada dentro da fé e da fidelidade conjugal”, descreve a sinopse oficial do filme no site da Desvia.

“O prazer é um presente de Deus para a manutenção da família e da procriação do reino de Deus. Mas seu esposo Danilo se confirma infértil e Joana convive com o sentimento de ter uma família incompleta”, acrescenta o texto descritivo.

Ainda sem data de estreia, Divino Amor já tem contrato de distribuição assinado para o exterior, com a Memento Films International. Gabriel Mascaro é considerado um cineasta em ascensão, e foi amplamente elogiado em 2015, quando lançou Boi Neon – um filme que se dedicou à quebra de paradigmas e ganhou o prêmio especial do júri da mostra Horizontes, do Festival de Veneza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here