Cantor Netto Paz foi executado, diz Polícia ao descartar tentativa de assalto

Neto-Paz

A morte do cantor Netto Paz na última quarta-feira, 25 de outubro, continua sendo investigada pela Polícia Civil da Bahia e a hipótese de que o assassinato tenha sido resultado de uma tentativa de assalto foi descartada. O artista – que também era pastor – foi executado.

“Nossas investigações apontam que foi morte premeditada, foi uma emboscada. Por enquanto tudo leva a crer que não houve engano algum”, comentou o delegado Lane Andrade, que conduz as investigações.

Logo após a notícia da morte de Netto Paz, veículos de imprensa da região levantaram a hipótese de tentativa de assalto, mas a Polícia investigou mais a fundo a partir dos depoimentos da esposa do cantor e testemunhas, e surgiu a versão de que ele teria sido confundindo com algum traficante da região. Agora, essa possibilidade também está descartada.

De acordo com os relatos das testemunhas, os assassinos se aproximaram do veículo e efetuaram os disparos, sem anunciar assalto ou fazer abordagem. Essa ação, somada ao fato de que nada foi roubado, é que levou os policiais a essa linha de investigação.

Segundo informações do portal Mídia Bahia, a filha do cantor que estava no carro foi atingida no braço por um dos disparos e continua internada no Hospital de Itabuna, mas a família não forneceu maiores detalhes de seu estado de saúde.

Sucesso

Melchiades Santos Neto foi vocalista da Banda Shalom, onde se tornou amplamente conhecido no Nordeste, e nos últimos anos vinha se dedicando à carreira solo, com foco no forró gospel. O sucesso do artista na região era tamanho que seu trabalho foi reconhecido por uma gravadora multinacional, a Universal Music, com quem mantinha contrato.

Netto Paz deixou a esposa e duas filhas, Rayssa e Ester. Com mais de 20 anos de carreira, o cantor tem CDs e DVDs lançados em sua carreira com a Banda Shalom e também como artista solo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *