Mais de 2 mil pessoas aceitam Jesus durante culto realizado em universidade, nos EUA

1769213122-harvest-america-2017

Mais de 38 mil pessoas lotaram o estádio da Universidade de Phoenix no Arizona, nos Estados Unidos, no último domingo (11), para um encontro que tinha o objetivo de despertar a nação para Deus.

Durante o evento “Harvest America”, liderado pelo pastor Greg Laurie, cerca de 2.904 pessoas indicaram a decisão de seguir a Jesus Cristo, de acordo com a organização. Além disso, mais de 42 mil pessoas acompanharam o culto online e, dentre elas, 494 aceitaram Jesus.

“Nós queremos pregar o Evangelho em praça pública e levantar uma bandeira: ‘É nisso que os cristãos acreditam’”, disse o pastor John Collins, que atua na organização do encontro.

“Cremos que nossa nação está precisando de um avivamento. As soluções que homens e mulheres estão esperando não vão ser encontradas na política. Nós acreditamos que elas vão ser encontradas em um relacionamento com Jesus Cristo”, Collins acrescentou.

Com um tom evangelístico, o pastor Laurie usou histórias simples e experiências de vida para ensinar sobre Jesus, relembrando os desafios de ter tido uma mãe alcoólatra e sua luta contra as drogas.


O evento Harvest America foi liderado pelo pastor Greg Laurie. (Foto: Sam Caravana/The Republic)

“Eu quero falar com pessoas que estão se perguntando: ‘O que eu estou vivendo?’”, disse Laurie ao The Republic. “Nós todos estamos à procura de algo. Este é o evento perfeito para alguém que já se perguntou sobre Jesus Cristo”.

Além de números expressivos no público, o evento contou com mais de 7 mil voluntários e a participação de 400 igrejas do Arizona.

Um dos voluntários foi Andrew Jarman, de 23 anos, que participa da Missão de Resgate de Phoenix, um programa que oferece reabilitação de drogas e auxilia moradores de rua. “Foi uma experiência muito legal. Muitas pessoas participaram. Foi uma loucura”, disse o jovem.

Greg Overmyer, de 48 anos, acredita que eventos como esse podem ajudar a unir o país em tempos de divisão política.

“A América é rotulada como uma nação cristã e, realmente, muitas partes de nossa constituição foram construídas sobre ideais cristãos. Mas para sermos verdadeiramente uma nação cristã, temos que submeter nossa vontade à vontade de Deus e amar uns aos outros”, disse Overmyer.


Voluntário levanta sua Bíblia durante o evento Harvest America. (Foto: Sam Caravana/The Republic)

Mais de 2 mil pessoas indicaram a decisão de seguir a Jesus Cristo. (Foto: Sam Caravana/The Republic)Mais de 2 mil pessoas indicaram a decisão de seguir a Jesus Cristo. (Foto: Sam Caravana/The Republic)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *