Pastor desaconselha cristãos a verem “Deadpool”.

Listando uma série de motivos que justificam a recusa ao filme, Piper cita uma lição deixada por Jesus para que “Deadpool” seja ignorado: “Se teu olho direito te faz pecar, arranque-o e jogue fora (Mateus 5.28-29)”.

A partir daí, Piper critica a nudez presente no filme, pois ela – inevitavelmente – desperta desejos e cobiça, e pontua que ver qualquer pessoa nua, que não seja seu cônjuge, “reduz a capacidade do coração de ver e se deleitar em Deus”.

John Piper se descreve, em seu texto, como um “enorme fã de filmes de super-heróis”, mas destaca que no caso do filme do anti-herói de humor negro, se pegou perguntando se os cristãos que o assistem oram pelas atrizes que aparecem nuas, ou se ficariam “felizes” se fossem suas esposas e/ou filhas “fazendo aquele papel”.

“Se Jesus nos mandou guardar nosso coração, mesmo que fosse necessário arrancar nossos olhos para nos prevenir da cobiça, quanto mais ele diria: ‘Não assista!’?”, questionou o pastor em seu artigo, reiterando a sugestão de que os cristãos devem evitar não apenas “Deadpool”, mas qualquer entretenimento que possua as mesmas características.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *